O que é sobreconsumo na estaca hélice contínua e por que você não pode ignorar.

 

 

É normal os orçamentistas receberem uma tabela ou projeto com o somatório do concreto a ser usado na execução da estaca hélice contínua e passarem essa informação diretamente para os fornecedores orçarem. Mas, e se a conta não estiver exata?

 

Superconsumo, sobre-consumo, sobconsumo ou over-break. São vários nomes mas é comum o profissional não considerar a relação entre o volume real injetado e o teórico. 

 

Essa situação acontece porque normalmente se faz a conta considerando a estaca como um cilindro perfeito. Ou seja, apenas calculando:

 

Volume = altura x π x raio2. Esse é o volume teórico.

 

DSC04820novo1ccccc.jpg
 

Na prática o volume é maior pois:

 

  1. Existe o material necessário para encher a “rede de concretagem” formada pelos mangotes que conectam a  bomba até o topo da perfuratriz e ao trado. Antes de fazer a primeira estaca é preciso bombear concreto para verificar se não há entupimentos e se a linha está totalmente preenchida. Em caso de espera prolongada é recomendado renovar o concreto que está na rede para evitar que endureça. E no final do serviço o sistema é lavado com água e esse material se perde. Essa rotina se repete todos os dias ou sempre que for preciso retomar o serviço.

 

2. Durante a execução da estaca o concreto é bombeado com pressão positiva que alarga o diâmetro real da estaca. Esse procedimento é necessário principalmente nas camadas de solo com baixa resistência, a exemplo das argilas moles.

 

3. A norma técnica orienta que a estaca hélice contínua deve ser preenchida até a superfície para garantir que está totalmente preenchida. Na prática a injeção só encerra quando o concreto transbordar para fora do furo.

 

4. Na última concretagem do dia é comum sobrar concreto no último caminhão betoneira.

 

Esses pequenos volumes excedentes do concreto podem elevar a orçamento para mais de 30%. Não há como fazer essa conta com precisão, o que vale é a experiência do projetista ao analisar a sondagem do solo e estimar um faixa provável de sobre-consumo que geralmente fica em torno de 20 a 30% a mais de concreto na conta.

 

 

Execucao-de-estaca-helice-continua-com-retirada-do-material-do-furo.jpg