Solicite agora

 

NOSSOS SERVIÇOS

img-servicos.jpg

POR QUE NOS ESCOLHER

• Equipe altamente capacitada • Segurança em seu investimento • Compromisso com a qualidade • Avaliação de custos  

 Excelência na entrega Melhores soluções  Equipemento de última geração

Execução de estaca Deep Soilmixing (DSM) para contenção de obra de fundações

Deep Soil Mixing de 30cm a 60cm de diâmetro

 

 

A solução em Deep Soil Mixing pode ser mais econômica, prática e rápida do que as técnicas tradicionais de melhoramento de solo com coluna de brita, geodrenos ou jetgrouting.

 

O problema observado foi que os solos moles são altamente compressíveis, tem baixa resistência (SPT<4), grande heterogeidade vertical e horizontal, presença de material orgânico (argilas orgânicas e tufas) e dificuldade de previsão do comportamento. Por isso as soluções atuais são caras pois geram danos ambientais; elevado custo com bota-foras oficiais; alto custo da reposição dos materiais (brita, areia, etc.); e riscos de ruptura, perda de equipamentos e serviços.

 

Para resolver esse problema surgiu na década de 50 nos EUA a tecnologia de Deep Soil Mixing para melhoramento de solos moles. O trado é introduzido no solo sem retirar material e desempenha a função parecida com uma “batedeira”. Enquanto o trado desce com as pás misturando o solo é feita a injeção de calda de cimento. O procedimento é repetido até garantir a homogeneidade da coluna. E o controle é garantido através de corpos de prova retirados do refluxo e provas de carga. No final o resultado é uma coluna de solo cimento com características semelhantes a de uma rocha branda.

 

A técnica é aplicada em reforço de fundações de estruturas e aterros, contenção, estabilização de taludes e diminuição do risco de liquefação do solo. Também é bastante versátil pois é usada em vários tipos de solos como areias soltas, argilas moles e compressíveis, siltes, solos granulares, solos orgânicos, lamas e turfas.

 

As vantagens do DSM em relação as outras soluções são:

 

  • Mais econômica pois utiliza o próprio solo e apenas cimento na mistura. Além de não gerar desperdício com bota-fora;

 

  • É viável abaixo do lençol freático, sem a necessidade de rebaixamento, pois segue o mesmo princípio usado para concreto submerso, ou seja, a pressão aplicada a injeção da nata de cimento durante a mistura com  o solo natural  garante a resistência.

 

  • Viabilidade econômica para projetos de grande escala e grandes volumes de solo;

 

  • Resiste  aos efeitos de eventual colapsibilidade absorvendo os esforços oriundos das deformações volumétricas;

 

  • Equipamento perfura eventuais camadas mais compactas com SPT<50;

 

  • Execução simplificada com poucos equipamentos (perfuratriz e sistema de injeção somente) e a nata é preparada na obra, sem depender de concreteira ou fornecimento externo;

 

  • Reduzidos impactos ambientais pois utiliza o próprio solo na mistura;

 

  • Possibilidade de verificação da qualidade do tratamento durante a construção através de ensaios e corpos de prova;

 

  • Não produz vibração no solo e tem nível de ruído de médio a baixo;

 

  • Baixos valores de tensão vertical/horizontal sobre estruturas adjacentes ao local do tratamento;

 

  • Padrão e espaçamento das colunas são adaptados de acordo com a necessidade.

 

Se quiser saber mais é só entrar em contato com a gente.

 

NOSSAS OBRAS

Confira no vídeo um pouco mais sobre a nossa empresa, serviços que oferecemos para nossos clientes e nossos melhores profissionais. 

 

 

Ano2018

16

ANOS DE HISTÓRIA

1.436

CLIENTES SATISFEITOS

5.275

PROJETOS EXECUTADOS

+1MI

ESTACAS EXECUTADAS